Clique para Fechar




- Indicado para cobertura de solo e / ou pastejo
- Sistema radicular bem desenvolvido
- Elevada produção de massa seca

CARACTERÍSTICAS

Aveia preta melhorada pela Embrapa, utilizada para produção de grãos, pastagem e feno. Apresenta produção de grãos superior a aveia comum. Ciclo de produção mais longo, o que a torna boa opção para pastejo. Possui excelente sistema radicular, favorecendo a uma melhor condição de estrutura de solo, apresenta colmos bastante firmes que são responsáveis por manter a planta em pé, além destes posteriormente proporcionarem uma maior cobertura ao solo.

Altura da planta (porte): 1,20 M
Ciclo: Precoce*
Acamamento: Mod. Resistente
Aptidão: Pastoreio/ Cobertura/ Silagem/ Feno
* 130 dias da germinação até a maturação.


PERFIL FITOSSANITÁRIO:
Ferrugem da Folha: Moderadamente Resistente
Ferrugem do Colmo: Moderadamente Resistente
Manchas Foliares: Sucetível
Sensibilidade à geada: Resistente
Acamamento: Resistente
Cigarrinha das Pastagens: Resistente


REGIÃO DE ADAPTAÇÃO:
A cultivar de Aveia Preta EMBRAPA 139 é recomendada para produção nas principais regiões produtoras de aveia do Brasil.

RECOMENDAÇÕES:
Uso Época Preferêncial Densidade Semeadura
Pastoreio Março/junho 75 a 85 Kg/ha (semeaduras a lanço aumentar 30%)
Cobertura Março/junho 75 a 85 Kg/ha (semeaduras a lanço aumentar 30%)
Silagem Março/junho 75 a 85 Kg/ha (semeaduras a lanço aumentar 30%)


Espaçamento 17 a 30 cm 
Profundidade 2 a 3 cm 
Entrada de animais 25 a 30 cm de altura 
Retirada de animais 7 a 10 cm 
Massa Seca 6 a 8 t/ha 
Proteína 13%
Palatabilidade Alta
Utilização Pastejo direto, grãos, cobertura de solo e opção na rotação de culturas, fenação e ensilagem. 
Quantidade de pastoreios 2 a 3
Resistência ao pisoteio Média
Resistência a extremos climáticos (seca e chuva) Baixa







- Ampla adaptação geográfica e época de plantio.
- Excelente Sanidade
- Precocidade
- Potencial para antecipar o plantio de safrinha de milho.

Hábito de crescimento: indeterminado.
Ciclo estimado: 108 a 130 dias.

ÉPOCA DE SEMEADURA:
Região População (mil plts/ha)
101 (RS) 330 a 350
102 (RS) 330 a 350
102 (SC-PR) 330 a 350
103 (RS-SC-PR ALTO) 330 a 350
103 (PR-SP) 330 a 350
201 (PR-SP) 330 a 380
202 (PR-MS) 350 a 400
203 (SP) 350 a 380
204 (MS) 350 a 400









- Arquitetura favorável ao controle de doenças
- Máxima estabilidade em diferentes ambientes
- Precocidade com alta produtividade
- Possibilidade de escalonar plantio

Hábito de crescimento: indeterminado.
Ciclo estimado: 120 a 130 dias.

ÉPOCA DE SEMEADURA:
Região População (mil plts/ha)
101 (RS) 280 a 330
102 (RS) 280 a 330
102 (SC-PR) 280 a 330
103 (RS-SC-PR ALTO) 300 a 330
103 (PR-SP) 300 a 330
201 (PR-SP) 330 a 400
202 (PR-MS) 330 a 400
203 (SP) 330 a 400
204 (MS) 330 a 400









- Elevado número de nós produtivos
- Elevado peso de grãos.
- Excelente potencial produtivo
- Excelente enraizamento

Hábito de crescimento: indeterminado.
Ciclo estimado: 102 a 128 dias.

ÉPOCA DE SEMEADURA:
Região População (mil plts/ha)
101 (RS) 330 a 350
102 (RS) 330 a 350
102 (SC-PR) 330 a 350
103 (RS-SC-PR ALTO) 330 a 350
103 (PR-SP) 330 a 350
201 (PR-SP) 350 a 420









- Alto potencial produtivo
- Cultivar chave em potencial produtivo para semeaduras de novembro nas regiões de atuação da Copérdia
- Elevado peso de grãos.
- Excelente potencial de engalhamento
- Sistema radicular agressivo

Hábito de crescimento: semi-determinado.
Ciclo estimado: 120 a 135 dias.

ÉPOCA DE SEMEADURA:
Região População (mil plts/ha)
101 (RS) 280 a 330
102 (RS) 280 a 330
102 (SC-PR) 280 a 330
103 (RS-SC-PR ALTO) 280 a 330
103 (PR-SP) 280 a 350
201 (PR-SP) 300 a 360









Trigo Pão/Melhorador
Tem apresentado rendimento equivalente a Quartzo e TBIO Iguaçu com qualidade superior a ambos.
A qualidade e quantidade de proteína que produz facilitam o manejo para se obter elevados rendimentos com qualidade industrial desejada.

Características:
Ciclo: MÉDIO
Porte da planta: BAIXO/MÉDIO
Espigamento: 87 dias (Médio)
Maturação: 140 dias (Médio)
Comportamento a geada na fase vegetativa: MS/MR
Acamamento: MR
Debulha: MR
Crestamento: MR/R

Densidade de população de plantas:
VCU 1 e 2: 300 à 330 pl/m²
VCU 3: 330 à 350 pl/m²

Qualidade Industrial:
Classificação: TRIGO PÃO
Força de glúten (W médio): 320
Estabilidade: 16,7 min
Dureza do grão: DURO
Coloração do grão: VERMELHO
Peso de mil sementes: 35 g
Germinação na espiga: MR





Trigo Pão/Melhorador


Características:
Ciclo: MÉDIO
Porte da planta: BAIXO
Espigamento: Médio
Maturação: Médio
Comportamento a geada na fase vegetativa: MR/MS
Acamamento: MR
Debulha: MR
Crestamento: MR

Densidade de população de plantas:
VCU 1 e 2: 300 à 330 pl/m²
VCU 3 e 4: 330 à 350 pl/m²

Para altos rendimentos, semear preferencialmente TBIO Toruk nas áreas com maior fertilidade.
Por ter o coleóptilo um pouco mais curto, evitar semeaduras profundas.
TBIO Toruk exige maior disponibilidade de Nitrogênio (amarela folhas debaixo com facilidade)e é, também, altamente responsivo a aplicação deste nutriente.
Cultivar responsiva ao uso de regulador de crescimento, usualmente doses médias são suficientes.
Evite misturas de vários produtos químicos: TBIO Toruk é mais sensível que outras cultivares e pode apresentar sintomas de fitotoxidade. Em todos os casos observados, sempre se recuperou plenamente.
Manejo de N em pré-espigamento: boa resposta em produtividade e qualidade industrial.

Qualidade Industrial:
Classificação: TRIGO PÃO/Melhorador
Força de glúten (W médio): 320
Estabilidade: 20 min
Dureza do grão: DURO
Coloração do grão: VERMELHO-CLARO
Peso de mil sementes: 33 g
Germinação na espiga: R/MR







AGUARDANDO TEXTOS










Numa agricultura dinâmica e moderna, a utilização de sementes de alto desempenho torna-se a principal justificativa para sucesso, tanto na produtividade quanto na rentabilidade do sistema produtivo. O desempenho das sementes é a medida, tanto de seu poder de germinação quanto de seu VIGOR.

O VIGOR compreende as propriedades das sementes, que determinam seu potencial para uma emergência e desenvolvimento rápido e uniforme das plantas sob uma ampla diversidade de condições ambientais. Uma reduzida emergência ou mesmo um estande de plantas desuniforme, podem estar relacionados a sementes com reduzida qualidade fisiológica, características que podem atrasar o desenvolvimento da cultura em seus diversos estados fenológicos, ocasionando interferência na qualidade de seu produto final e também nas características da planta, relacionadas a eficiência de colheita (altura de plantas e inserção de legumes, potencial de engalhamento, diâmetro de haste, intensidade de acamamento). Soma-se aos fatores anteriores os problemas relacionados com o controle de plantas invasoras e doenças. Por tanto, o desempenho das sementes, logo após a semeadura, pode provocar efeitos diretos sobre a produtividade final.


Controle Interno de Qualidade
Buscando determinar a real qualidade dos nossos lotes de sementes de Soja, mantemos um rigoroso programa de controle interno de qualidade, neste realizamos diversas análises com o objetivo de avaliar o Vigor, Germinação e a Viabilidade dos lotes de sementes comercializados. Todos os lotes de sementes de soja produzidos pela Sementes Coperdia antes de serem aprovados e destinados a comercialização, passam obrigatoriamente por diversas analises, tudo isso é realizados em nosso laboratório interno, destinado unicamente para a realização do controle interno de qualidade.


Análises realizadas:
- Vigor e Viabilidade pelo teste de Tetrazólio
- Germinação em Papel
- Peso de Mil Sementes
- Pureza
- Hipoclorito de Sódio
- Teor de Umidade.

Além das analises complementares realizados em nosso controle interno de qualidade, todos os lotes são amostrados e enviados a um laboratório credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, para emissão do Boletim Oficial de Analise de Sementes, documento obrigatório para comercialização dos lotes de sementes.


Ao planejar a sua semeadura, busque sementes com qualidade comprovada.
Conte com a Sementes Coperdia para todo suporte em sementes.






“Através da Rastreabilidade nossos cliente passam a conhecer todo o processo de produção das sementes.”

Como funciona ?
Ao comprar Sementes de Soja da Sementes Coperdia, fixada na embalagem, vai haver uma etiqueta com um QR-CODE 2D, seguido do código do lote, identificando a origem e a qualidade do lote de sementes. A consulta destas informações pode ser realizada através da leitura do QR-CODE 2D ou pela consulta do código do lote contido na etiqueta, seguido pela busca em nosso site - www.sementescoperdia.com.br.

Ao consultar os códigos, nossos clientes tem acesso as informações privilegiadas relativas ao histórico dos campos de produção de sementes (fazenda e área de produção com localizações geográficas e fotos, dada de semeadura e colheita, adubação de base, aplicações de agrotóxicos e fertilizante e produtividade), informações técnicas (cálculo da plantabilidade baseado nos resultados de germinação, vigor e peso de mil sementes do lote) e controles de qualidade realizados durante todo o ciclo de produção, iniciando nos campos de produção até a expedição das sementes para nossos clientes.

Entre os resultados das avaliações de qualidade fisiológica disponibilizadas através da rastreabilidade, podemos destacar, a germinação em papel, viabilidade e vigor pelo teste de tetrazólio e peso de mil sementes. Estas informações estarão disponíveis para consulta em todos os lotes comercializados pela Sementes Coperdia.


Quais são os benefícios?
Para o agricultor, as informações técnicas sobre a origem e qualidade das sementes auxiliam a tomada de decisões, no planejamento e alocação de recursos para a semeadura. Neste contexto, combinando informações da rastreabilidade do lote de sementes (controle de qualidade, informações técnicas e histórico de produção) com as reais condições do campo, o agricultor otimiza a alocação de recursos e passa a melhor dimensionar a densidade de semeadura, reduzindo custos e a possibilidade de ressemeadura em suas áreas.


É muito mais informação a disposição dos nossos clientes!
De posse destas informações é possível aumentar a eficiência da semeadura, relacionando o potencial genético específico do lote de sementes adquirido, com a fertilidade das áreas, condições climáticas e disponibilidade de recursos (mão de obra, máquinas, fertilizantes e agrotóxicos). Como benefícios diretos, temos a otimização do custo de produção e a possibilidade de um excelente estabelecimento inicial da cultura, com velocidade de germinação e crescimento, que são aspectos fundamentais para obter uma alta produtividade.

Na pratica, essa ferramenta propicia ao agricultor realizar ajustes na regulagem fina de semeadura, com base no potencial especifico de emergência de cada lote de sementes que recebeu em sua fazenda.


Experimente com o seu celular
Aponte a câmera do seu celular para este código e veja um exemplo de item rastreado


Aplicativos de leitura disponíveis para as marcas abaixo:
- Blackberry - ScanLife Barcode Reader
- iPhone, iPad e iPod Touch - NeoReade; QRReader.
- Android / Google Play - NeoReade; QR Code Reader; Barcode Scanner & QR.
- Windows Phone - NeoReade
- Demais marcas - www.i-nigma.mobi no navegador de seu celular para instalar.



Clique para Fechar


UBS - SEMENTES COPÉRDIA

















<